Saiba identificar se o seu celular é legal

Passo 1
Procurar na caixa do celular

Passo 2
Procurar em um adesivo que fica por trás da bateria

Passo 3
Digita *#06# no celular e apertar a tecla para ligar

Últimas Novidades

whastapp hackeado

Whatsapp hackeado: como atualizar e outras medidas!

A popularidade do Whatsapp e a intensa troca de informações que ocorre por meio dele fez com que, em contrapartida, ele se tornasse alvo de diversos golpes. Um dos mais comuns é o que torna o Whatsapp hackeado, ou seja, invadido de maneira ilegal por golpistas.

Tenha a melhor internet com a Claro! Saiba mais aqui: https://clarocombomais.com.br!

Esse aplicativo é um dos mais utilizados no mundo todo, pois além de permitir a troca de mensagens escritas e em áudio, compartilhamento de documentos e ligações por áudio e vídeo, tudo isso é oferecido de forma gratuita.

whastapp hackeado

No ano passado a empresa responsável pelo aplicativo informou a instalação de um software, por hackers, que operam por meio de um sistema de vigilância remota nos celulares que fazem uso dele.

 Contudo, segundo o Whatsapp um baixo número de usuários foi afetado e teve seus aparelhos invadidos.

Por outro lado, há algumas medidas que usuários, mesmo que não tenham sido vitimados pelo software, podem fazer para evitar problemas de Whatsapp hackeado. Confira abaixo algumas dicas para manter a segurança do seu aplicativo e de seu dispositivo móvel.

Atualização para evitar Whatsapp hackeado

Em primeiro lugar, quem deseja proteger seu aplicativo e evitar o Whatsapp hackeado deve atualizá-lo. Essa é uma sugestão da própria empresa aos seus mais de 1,5 milhões de usuários, pois foi lançada uma atualização do aplicativo que possui correções destinadas a evitar cyber ataques.

Além disso, a atualização do aplicativo é feita de maneira muito fácil.

Para os aplicativos utilizados em smartphones de sistema Android a atualização disponível é a de número 2.19.51.

Primeiramente, deve-se abrir o Google Play Store e, em seguida, acessar a aba presente na parte superior esquerda da tela. Ali, então, é necessário clicar em “Meus aplicativos e jogos” para, em seguida, encontrar o Whatsapp.

Caso ele já tenha sido atualizado, o aplicativo constará em uma lista em que há um botão “Abrir” disponível. Por outro lado, caso a atualização esteja pendente, no botão constará “Atualizar”, no qual se deve clicar.

Para os usuários que acessam o aplicativo de conversas pelo IoS, ou seja, que se utilizem de IPhones, a atualização para evitar o Whatsapp hackeado estará no App Store. Nele, na parte inferior da tela, estará disponível uma aba na qual conta “Atualizações”.

O restante do processo é exatamente igual ao dos aparelhos Android. Ainda, cabe ressaltar que a versão para IoS mais recente é a de número 2.19.51.

Dicas importantes de segurança no Whatsapp hackeado

Além da atualização do aplicativo há outras coisas que podem aumentar sua segurança em eventual situação de Whatsapp hackeado. Confira abaixo!

Conversas na nuvem

A criptografia de ponta a ponta corresponde a um dos recursos mais importantes do WhatsApp. Contudo, ele pode apresentar falhas caso as conversas sejam gravadas por meio de backup em serviços de nuvem como do Google Drive, iCloud e Dropbox.

Isso porque o backup feito paralelamente ao do Whatsapp não tem proteção da criptografia de ponta a ponta. Assim, qualquer pessoa que acesse a nuvem poderá, por sua vez, ter acesso às conversas, o que é prejudicial ante o número de informações compartilhadas.

Aliás, note que essa insegurança ocorre caso você ou as outras pessoas envolvidas nas conversas tenham ativado essa forma de backup. Portanto, se for o seu caso, desative o backup fora do Whatsapp e confie naquele oferecido pelo aplicativo.

Camadas de segurança

Outra importante ferramenta para se utilizar e evitar o Whatsapp hackeado é a implementação de camadas de segurança que, por sua vez, estão atreladas à privacidade do usuário.

Dessa forma, é possível desativar as informações de quando o usuário esteve online pela última vez, se está online ou não, assim como as relacionadas à leitura de mensagens recebidas.

Para adicionar essas camadas de segurança basta acessar o aplicativo Whatsapp no canto superior direito da tela, clicando em seguida em “conta” e, então, em “privacidade”.

Dupla verificação

Por fim, é possível se utilizar da dupla verificação oferecida pelo próprio Whatsapp para evitar transtornos e que o aplicativo seja hackeado.

A dupla verificação diz respeito à necessidade de adição de alguma informação após a entrada no aplicativo pelo número do celular ou usuário. Nesse caso, embora o aplicativo reconheça sua existência, ele exige, ainda, a adição de uma senha, comando de voz, digital, dentre outras opções.

whastapp hackeado

Assim, portanto, não há cessão de acesso imediato ao usuário que está efetuando login e ele deve se provar, novamente, detentor daquela conta no aplicativo para acessá-lo.

Para aderir à verificação em duas etapas deve-se acessar às configurações do Whatsapp. Dentro dessa sessão, busque por “conta” e, em seguida, “verificação em duas etapas”. Em seguida, escolha uma senha de 6 dígitos e a guarde.

Todas essas medidas são primordiais para evitar o whatsapp hackeado e também as conseqüências de eventual tentativa de invasão ao aplicativo. Lembre-se de que sua privacidade é essencial para a segurança.